O portal de notícias mais bem avaliado pelo Pompeense,informações reais, fatos relevantes, com agilidade e dinamismo que priorizam a verdade,atualize-se.

Vídeo do Mês

Matérias

Globo: Patrocínio bilionário

A Globo acaba de  fechar as seis cotas de patrocínio do futebol em 2015 na emissora – o que significa além das transmissões das partidas dos estaduais, Copa Brasil, Brasileirão e jogos da seleção, o noticiário dos telejornais  e de programas como o Esporte Espetacular e Globo Esporte.
O contrato é coisa de gente grande. Cada cota custou 225 milhões de reais. No total, portanto, 1,350 bilhão de reais. Ambev, Volkswagen, Vivo, Johnson&Johnson e Itaú renovaram os contratos. A Coca-Cola pulou fora e foi substituída pelo Magazine Luiza.
A crise é grande, a recessão está na ordem do dia mas, não tem jeito, a bola vai continuar a rolar em 2015, de uma maneira ou de outra.
Por Lauro Jardim

Atuação do governo Dilma na saúde é desaprovada por 74%, diz Ibope

Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (12) mostra como a população avalia a maneira de governar da presidente por área. O modo como a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, administra a saúde é desaprovado por 74% dos entrevistados, os que aprovam representam 23% e os que não responderam ou não souberam responder são 3%.
As áreas de impostos e segurança pública também tiveram índices altos de desaprovação, com 73% e 71% respectivamente. Os que aprovam os impostam são 20% e segurança pública, 26%. Não responderam ou não souberam responder 8% e 4%, respectivamente.
Apenas a maneira como o governo conduz as políticas de combate à fome e à pobreza tem índices de aprovação que superam a desaprovação. Entre os entrevistados, 50% afirmam que aprovam a política, 46% desaprovam e 4% não responderam ou não souberam responder.
O instituto Ibope Inteligência entrevistou 2.202 pessoas entre os dias 5 e 8 de setembro em 144 municípios. A pesquisa foi contratada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-00593/2014.

Surpreendente! Globo fatura com o “The Voice” o equivalente a um mês no SBT

A terceira temporada do “The Voice Brasil” que estreia no próximo dia 18 de setembro nem foi lançada, mas já está dando o que falar. Segundo informações do jornalista Daniel Castro, a comemoração em torno do faturamento que o programa atingiu com os anunciantes é grande. Somente no quesito cotas de patrocínio, o programa bateu todos os recordes com um aumento de 17% em relação a temporada de 2013.

 O programa deste ano se tornou quase tão poderoso como o “Big Brother Brasil”, considerado o principal faturamento da casa atualmente. O reality musical faturou R$ 84,3 milhões com suas seis cotas de patrocínio nacionais totalmente vendidas duas semanas antes de sua estreia, sendo cada uma delas comercializada por incríveis R$ 13,9 milhões. Teve até anunciante que não conseguiu seu espaço e ficou de fora. 

Para se ter uma ideia da importância do programa, o que foi faturado somente com o “The Voice” na Globo é o equivalente ao que o SBT ganha durante todo um mês segundo média anual. A Globo enxerga no “The Voice” comandado por Tiago Leifert uma grande oportunidade de faturar uma grana extra. Já que caso, o horário estivesse sendo ocupado por séries como “A Grande Família”, jamais seria possível se vender tantas contas de patrocínio, sem contar a grande procura pelos intervalos comerciais da atração. Os jurados da reality são os mesmos das edições anteriores e o programa terá novamente a direção de Boninho.

Pavimentação do Morro Azul está concluída

Um pedido antigo dos pompeenses foi concluído esta semana, a estrada do “Morro Azul” que liga o Jardim José Januário ao Espaço de Artes “Lincoln Nishimura” e também diversas propriedades rurais esta pavimentada.

O Governo Municipal vem trabalhando e investindo em obras e ações que realmente façam a diferença no dia a dia dos moradores, melhorando assim as condições e qualidade de vida de todos.

As obras que beneficiam centenas de pessoas que passam por ali todos os dias trás mais conforto, comodidade e principalmente segurança.

Além do asfalto, a prefeitura vem realizando a construção de calçadas do Jardim José Januário até o Espaço de Artes, visando também o melhor para os pedestres.
Por: Assessoria de imprensa Prefeitura

Acidente com moto em Paraguçu Paulista deixa dois mortos

Um grave acidente ocorrido no início da noite desta terça-feira (09), por volta das 19h, resultou em duas mortes, em Paraguaçu Paulista. O fato envolveu uma pedestre e uma moto.
José Machado Filho, 65 anos, era condutor da moto que seguia sentido centro bairro pela Avenida Siqueira Campos. Próximo ao número 18, em frente à Estância Veículo, a vítima Mariana Gomes Alves Xavier, que iria completar 76 anos no próximo dia 12 de setembro, atravessava a avenida.
Segundo testemunhas, o condutor da moto não teve tempo de frear e atropelou a idosa. Com a colisão, José Machado perdeu o controle, bateu no canteiro central da via e foi arremessado do outro lado da avenida. Ele foi parar debaixo de uma caminhonete que passava no momento do acidente, batendo a cabeça no para-barro, uma estrutura metálica, do veículo.

Os dois foram socorridos ao Pronto Socorro local, no entanto, José Machado Filho morreu ao dar entrada antes mesmo do atendimento médico. Já a senhora Mariana faleceu na manhã desta quarta-feira (10). O corpo da idosa foi levado para o IML de Assis.
José Machado Filho era morador no bairro rural Recanto Ypê.
Fonte: ParaguaCity.com

Brasil é o oitavo país em número de suicídios, diz relatório da OMS

Segundo o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o oitavo país em número de suicídios, um crescimento de 10,4% em relação a quantidade pessoas mortas entre 2000 e 2012.
Foram 11.821 mortes por suicídio registradas no país em 2012, sendo 9.198 homens e 2.623 mulheres. Em todo o mundo a quantidade de homens que tiram suas vidas é maior que o número de mulheres, de acordo com a OMS.
Os países com mais mortes desse tipo são:  Índia (258 mil óbitos),  seguido de China (120,7 mil), Estados Unidos (43 mil), Rússia (31 mil), Japão (29 mil), Coreia do Sul (17 mil), Paquistão (13 mil) e Brasil (11 mil).
Entre as principais causas do suicídio estão o abuso de álcool e a depressão, mas em países pobres as causas estão relacionadas ao estresse e a problemas socioeconômicos.
Fora isso também se considera os traumas gerados pela violência física ou mental, abusos, isolamento, desastres naturais ou conflitos bélicos.
Com a divulgação do relatório a OMS quer que os países desenvolvam estratégias de prevenção, como evitar o acesso a meios utilizados para o suicídio como armas de fogo, pesticidas e medicamentos, além de reduzir estigmas e conscientização do público.
A ideia é que através dessas medidas seja possível reduzir o número de mortes que hoje, somando todas as mortes de suicídio no mundo, resulta em um dado bastante preocupante: a cada 40 segundo uma pessoa se mata.

Tribunal de Menores de Roma deu a guarda de uma criança de 5 anos a um casal de lésbicas - Uma delas era a mãe biológica

O Tribunal de Menores de Roma deu a guarda de uma criança de cinco anos a um casal de lésbicas que havia se casado no exterior – uma das mulheres era a mãe biológica da criança.
Esta foi a primeira vez que a Itália concedeu a um casal homossexual a chamada "stepchild adoption" ou adoção de um enteado, na tradução literal. Até agora ela só tinha sido concedida a casais heterossexuais, ainda assim em casos muito raros.
A decisão tomada poucos dias atrás vem causando uma grande polêmica no país desde então. Associações que protegem os direitos de gays e lésbicas e políticos de esquerda defendem o veredito, enquanto setores conservadores da sociedade reprovam o parecer do tribunal.
"Esta é uma vitória da criança em questão e também de todas as crianças em situação semelhante", disse Maria Antonia Pili, da Associação Italiana dos Advogados pela Família e pelos Menores (Aiaf).
Fabrizio Marrazzo, presidente da associação Gaycenter, classificou a sentença como "revolucionária e histórica para a Itália".
Regulamentação
Membros do Partido Democrático do atual primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, defendem a criação uma lei que permita a adoção gay. Para Ivan Scalfarotto, subsecretário no ministério da reforma constitucional, "agora precisamos pensar em uma legislação para regulamentar a questão".
No entanto, há muita resistência a medidas mais concretas por parte dos setores mais conservadores da sociedade.
A Igreja Católica, por exemplo, condenou o veredito. O monsenhor Domenico Singali, presidente de uma comissão episcopal da igreja católica italiana, diz que a adoção gay pode ser um "precedente perigoso" que pode "desnaturar o curso da vida".
Partidos conservadores como o Nuovo Centro Destra (Novo Centro Direita, na tradução literal), que faz parte da coalizão de Renzi, também são contra regulamentar a adoção gay.
A polêmica chegou ao seu ápice quando o partido nacionalista de direita Fratelli d’Italia resolveu fazer campanha contra a adoção gay, com um pôster em que mostra dois casais homossexuais com um bebê e a frase: "Um filho não é um capricho".
"Foi uma sentença puramente ideológica", disse a presidente do partido, Giorgia Meloni. A campanha teve de ser tirada de circulação por causa de dúvidas quando aos direitos autorais da foto, mas deixou sua marca na opinião pública.
Dilema
A necessidade de regulamentar a adoção gay foi destacada pelo depoimento dramático da italiana Maria Caprì, cuja parceira teve dois filhos. Depois que as duas se separaram, ela não pode mais ver as crianças.
Quando ainda eram um casal, as duas mulheres teriam concordado em criar os filhos juntas. No entanto, depois da separação, a mãe biológica teria impedido qualquer contato com as crianças.
"Vi meus filhos só duas vezes em seis anos", disse Caprì em entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera.
"Não tenho qualquer direito. Se na época pudesse ter adotado as crianças, não estaria na situação em que estou. Na minha vida há um grande vazio."

Governistas acham que delação atingirá PT, PMDB e PSB

A pouco menos de um mês do primeiro turno das eleições, a delação premiada feita pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa tem potencial para prejudicar um importante arco de candidaturas da base aliada, a começar pela da presidente Dilma Rousseff (PT). A avaliação é feita reservadamente por parlamentares governistas.
A constatação é que não é possível dissociar Dilma do caso porque o ex-diretor ficou no posto em dois anos da atual gestão. Ele foi diretor de Abastecimento da Petrobras entre 2004 e 2012, período em que, conforme tem relatado na delação, políticos receberam propina de 3% sobre os contratos da estatal.
Antes mesmo de a delação vir à tona, petistas ligados a Dilma diziam que ela tentou retirar Paulo Roberto do posto, mas sempre esbarrava no apoio de partidos da base aliada. Ele chegou ao cargo pelas mãos do PP, mas depois foi acolhido pelo PT e pelo PMDB.
Segundo aliados, mesmo se não houver envolvimento direto da presidente - as indicações iniciais é de que não há - Dilma sairia chamuscada por deixar o ex-diretor atuar no cargo.
Um peemedebista não envolvido nas denúncias de Paulo Roberto disse que o efeito jurídico da delação premiada ainda vai demorar, ocorrendo possivelmente apenas após as eleições. As declarações dele, citou, terão de ser confrontadas com provas e posteriormente homologadas pela Justiça - nos casos que envolvem autoridades com foro privilegiado, caberá ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, referendar o acerto.
Mas, para esse cacique do PMDB, o efeito político-eleitoral já começou. "O estrago pode ser grande", disse. Os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), candidato ao governo potiguar, do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que apoia a candidatura do filho como governador de Alagoas, e o tesoureiro do PT, João Vaccari, foram alguns dos citados pelo ex-diretor. O impacto eleitoral, ponderam, vai depender da contundência e das provas que Paulo Roberto apresentar.
As revelações de Paulo Roberto podem dar um último suspiro à campanha do tucano Aécio Neves (PSDB), em terceiro lugar na corrida ao Palácio do Planalto. Além de o esquema ter prosperado no governo Dilma, a campanha de Marina Silva pode ser atingida. Na delação, ex-diretor citou o presidenciável Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no mês passado, de quem Marina era vice antes de assumir a cabeça da chapa presidencial.

Casal de Campo Grande morre em acidente na SP-294 em Osvaldo Cruz

Duas pessoas morreram na manhã deste sábado (6), por volta das 6 horas em um acidente ocorrido na SP- 294, Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros no trevo de acesso ao Bairro Venda Branca, município de Osvaldo Cruz.
As vítimas fatais são moradores de Campo Grande/MS, mas segundo informações, o casal pertence a uma família de descentes japoneses moradores em Tupã.  Morreram no acidente Makoto Shuto, 75 anos e sua esposa, Yassucho Shito, 74 anos. 
O caminhão, com placas de Flórida Paulista, tentava cruzar a pista e atingiu o automóvel, com placas de Campo Grande (MS), que seguia no sentido Parapuã-Inúbia Paulista.
O casal chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do Pronto-Socorro de Osvaldo Cruz. O motorista do bitrem nada sofreu. A perícia vai apurar as causas do acidente.
Os corpos foram levados para o necrotério da Santa Casa de Osvaldo Cruz e após perícia serão transladados para serem velados e sepultados em Campo Grande/MS.
Tupã Noticias: Fotos: Valdemir Anselmo